O platinado se destaca entre os efeitos nos cabelos mais desejados de todos os tempos, inclusive entre quem vivencia a fase de transição capilar, embora não seja o mais recomendado. O fato é que, toda mudança realizada nas madeixas, marca um novo momento na vida! E, se você gosta do estilo e do belo visual que os fios platinados garantem, confira as dicas que separamos!

Platinado combina com todos os tons de pele?

Uma dúvida muito frequente quando pensamos em cabelo branco platinado é se essa mudança combina com seu tom de pele. É válido destacar que há algum tempo disseminava-se a informação de que cabelos platinados eram ideais apenas para quem possui tonalidade de pele mais fria, ou seja, clara e rosada. No entanto, isso mudou! Quem tem tonalidades mais quentes de pele também pode apostar no platinado sem medo de ser feliz!

Como o platinado nada mais é do que uma variação do loiro, é importante atentar-se quando se tem a raiz do cabelo mais escura. A dica aqui, até mesmo para prolongar o período de manutenção, é esfumar a raiz do cabelo. Em todos os casos, o resultado é lindo! Lembre-se de que o cabelo platinado é democrático e muito versátil, ideal para homens e mulheres com todos os tipos, texturas e curvaturas de cabelo.

Platinado: como obter o melhor resultado de cor?

Independentemente de você gostar do platinado ou preferir outras cores de cabelo, o grande segredo para chegar ao melhor resultado de cor é ter fios totalmente saudáveis antes da mudança. Para isso, recomenda-se, além de finalizar a transição capilar, seguir um cronograma capilar completo, intercalando hidratação, nutrição/umectação e reconstrução capilar.

A hidratação é a responsável por repor água e nutrientes que são perdidos diariamente, sendo seus principais ativos: D-Pantenol, Óleo de Coco, Manteiga de Oliva, Babosa e outros. A ação da Babosa no cabelo, por exemplo, é capaz de devolver a maciez e o brilho, proteger dos raios solares, evitar quebra e livrar os fios do ressecamento.

Já as etapas de nutrição e umectação têm como objetivo fazer a reposição lipídica dos fios, ou seja, promover uma camada de gordura capaz de selar as cutículas, reter a hidratação e proteger a fibra capilar. Por fim, a reconstrução livra os fios da porosidade e fortalece a fibra capilar para que não se quebrem.

Mas, por que tudo isso é importante antes de platinar os fios? Simples! Porque o processo químico de descoloração (mistura de água oxigenada com pó descolorante) retira não apenas a pigmentação das mechas selecionadas, como também leva consigo nutrientes essenciais aos cabelos.

Caso os fios não estejam preparados para esse procedimento, o resultado pode ser comprometido, uma vez que as madeixas ficam enfraquecidas e podem quebrar com muita facilidade. Lembrando que, após descolorir os fios, é preciso submetê-los a uma coloração com efeito platinado.

cachos platinados

Platinado nos cabelos em transição: pode?

A transição capilar é uma fase de muitas mudanças. Abandonar as químicas alisantes para assumir novamente os cabelos em sua estrutura original ondulada, cacheada e/ou crespa não é simples, nem acontece do dia para a noite.

Justamente para respeitar esse tempo de autoconhecimento e autoaceitação, o ideal é que você atravesse esse momento sem submeter os fios a nenhum outro tipo de procedimento químico, como descoloração ou coloração. Vivencie essa fase sendo você mesma e reconhecendo-se!

Mas, após a transição capilar, você pode se jogar em um belo platinado, em um ombré hair platinado, em luzes platinadas ou em mechas californianas platinadas, que tal? Um detalhe importante quanto à descoloração capilar é que, se este procedimento não for realizado de maneira correta, uma grande porcentagem de pontes de enxofre (responsáveis por conceder formato aos cachos e crespos) podem ser rompidas e, assim, os fios perderão sua forma.

Platinado: como fazer a manutenção dos fios?

Para manter o platinado sempre impecável e com efeito de salão, é preciso priorizar certos cuidados. O cronograma capilar precisa permanecer ativo e, além disso, retornar ao salão para retocar sempre que preciso é uma ação indispensável.

Recomenda-se, ainda, o uso de produtos para cabelos coloridos, capazes de reter pigmentos de cor e brilho a cada lavagem, e também bons produtos matizadores para corrigir a cor e eliminar manchas amarelas e/ou alaranjadas que podem surgir com a oxidação dos fios claros.

Agora que você já sabe como conquistar e manter o cabelo platinado, considerando o momento certo após vivenciar a fase de transição, prepare-se durante esse período e cuide muito bem das madeixas para, então, exibir fios platinados irresistíveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *