Assim como os cabelos cacheados ou crespos, o cabelo ondulado possui algumas características bem específicas desse tipo de fio e, para mantê-lo sempre saudável, com ondas bem definidas e com movimento natural, alguns cuidados são necessários.

Neste post, separamos algumas dicas para ajudar você a cuidar corretamente do seu cabelo ondulado durante a transição capilar. Confira!

Cabelo ondulado: características dos cabelos 2ABC

Por muito tempo, os cabelos com curvatura foram considerados todos iguais, e não havia produtos específicos para cada tipo de fio. Hoje há uma diferenciação mais clara das características de cada cabelo, o que facilita muito na hora de cuidar e de escolher os produtos mais adequados.

O cabelo ondulado, considerado tipo 2, pode apresentar diferentes graus de curvatura, que podem ser classificadas como 2A, 2B ou 2C.

O cabelo 2A tem fios levemente ondulados e a raiz lisa, por isso, a ondulação fica mais evidente nas pontas.

O cabelo 2B tem mais ondulações do que o tipo 2A, e suas ondas possuem um formato de “S”.

O cabelo 2C, por sua vez, tem ondulações bem definidas, é mais volumoso e, entre os três tipos, é o que mais apresenta tendência ao frizz.

Cabelo ondulado: como cuidar?

Por apresentar a raiz lisa e as pontas onduladas, uma das características comuns do cabelo ondulado é que ele tem a raiz oleosa e as pontas mais ressecadas, sendo considerado misto. Um dos principais cuidados para esse tipo de fio é optar por produtos específicos, que controlem a oleosidade excessiva do couro cabeludo e hidratem as pontas. Além disso, realizar hidratações, nutrições e reconstruções periodicamente é importante para devolver aos fios a água, os lipídios, a queratina e os nutrientes perdidos no dia a dia.

Cabelo ondulado: como lidar com os fios durante a transição capilar?

Para as donas de cabelo ondulado que estão passando pela transição capilar, mas não estão prontas para o big chop ou para um corte de cabelo curto, há algumas formas de passar por essa fase de forma mais tranquila.

Uma opção para lidar com as duas texturas dos fios é apostar em novos penteados para cabelos em transição, como coques, rabos de cavalo, tranças embutidas e penteados semipresos, por exemplo, que ajudam a disfarçar a diferença entre as texturas.

Além de novos penteados, você também pode apostar em texturizações para uniformizar a textura dos fios. Para isso, utilize bons finalizadores, como uma gelatina capilar, um ativador de cachos para cabelos 2ABC ou um creme para pentear.

Conhecendo as características do seu cabelo e realizando os tratamentos adequados, você garante um cabelo ondulado mais saudável e bonito durante sua transição capilar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *