O uso de tonalizante é algo bastante comum entre as mulheres. O produto é uma ótima opção para quem deseja alterar a cor dos fios sem utilizar produtos à base de química e proporciona uma cobertura temporária dos fios, resultando em um visual natural que pode cobrir os cabelos brancos e dar mais vida e realce à cor das suas madeixas.

Para quem está vivendo a transição capilar, separamos as principais dicas sobre tonalizante. Confira!

Tonalizante: o que é?

Tonalizante é um tipo de coloração com formulação livre de amônia e sem oxidantes. Essa característica permite que ele seja utilizado em cabelos que foram submetidos a procedimentos químicos e, até mesmo, em cabelos que estejam passando pela transição. No entanto, é importante ter em mente que ele não clareia o cabelo, mas proporciona mais brilho e reflexos bem naturais aos fios.

Para quem tem os cabelos coloridos nas pontas, por exemplo, o tonalizante pode ser uma boa opção para manter a cor sempre bonita e vibrante.

Tonalizante: como age nos seus fios?

O tonalizante é uma coloração semipermanente que age como uma espécie de maquiagem para os fios, já que deposita seus pigmentos apenas na parte externa da fibra capilar, sem alterá-la internamente. Por não conter amônia, seus tons costumam ser mais suaves e desbotam após determinado período de tempo, sendo que a coloração pode durar de 8 a 12 lavagens.

O uso do tonalizante é indicado para pessoas que tenham até 30% de fios brancos dispersos e para quem deseja realçar o tom das madeixas. Para quem está passando pela transição capilar e costumava utilizar coloração permanente no cabelo, o tonalizante pode ser uma alternativa para manter a cor dos fios durante o processo de retorno aos cachos ou crespos. Entretanto, para as donas de cabelos em transição que querem apostar em um cabelo rosa pastel, azul ou roxo, por exemplo, o mais indicado é finalizar a fase de transição antes de mudar a cor das madeixas, já que, para atingir a cor ideal com um tonalizante de cor fantasia, o cabelo deve ser descolorido, e esse processo pode prejudicar os fios ainda frágeis.

A dica para quem quer mudar o visual dos fios é finalizar a transição capilar e fortalecer os novos cachos ou crespos antes de apostar em novos procedimentos. Por isso, planeje as mudanças das suas madeixas aos poucos e, durante a sua transição, certifique-se de hidratar, nutrir e reconstruir a massa capilar dos seus fios, utilizando boas máscaras de hidratação e nutrição, óleo vegetal e creme de reconstrução.

Tonalizante: diferença entre esse produto e a coloração permanente

A diferença do tonalizante para cabelo e a coloração permanente se deve à fórmula da tintura permanente, que contém amônia. Por causa dessa característica, a coloração modifica toda a estrutura do cabelo, depositando o novo pigmento dentro e fora da fibra capilar. Como a amônia age diretamente na parte interna do fio, ela substitui o pigmento original do cabelo e permite que a nova cor seja permanente.

A coloração permanente não é indicada para os cabelos em transição, já que, durante esse período, os fios não devem ser submetidos a nenhum produto com química.

Tonalizante: como fazer a manutenção dos seus cabelos?

A manutenção dos fios coloridos com tonalizante é bem simples. O produto dever aplicado novamente no cabelo depois que você já tiver lavado o cabelo de 8 a 12 vezes, que é quando a cor já começa a sair dos fios. Mas, além de manter a cor sempre bonita, também é importante que você não se esqueça dos cuidados com a saúde das suas madeixas. Por isso, capriche no cronograma capilar e sempre dê preferência a produtos específicos para cabelos em transição, pois eles possuem fórmulas enriquecidas com os melhores ativos para seu tipo de fio.

Agora que você já sabe tudo sobre tonalizante, escolha a cor que mais combina com seu cabelo e arrase!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *