O óleo de coco é um ativo muito conhecido pelas cacheadas e crespas, devido aos vários benefícios que oferece aos cabelos. Essa substância é rica em nutrientes que ajudam a hidratar e nutrir os fios, e pode ser incluída de várias formas em sua rotina de cuidados. Confira!

Óleo de coco: qual a importância da hidratação para os cabelos?

A hidratação é um fator essencial para manter os fios saudáveis, independentemente do tipo de cabelo. Entretanto, para os fios com curvatura ou em transição, esse é um fator especialmente importante. Isso é motivado pelo fato de os fios cacheados e crespos serem naturalmente mais ressecados do que os cabelos sem curvatura, já que o formato dos fios impede que a oleosidade natural do couro cabeludo atinja todo o seu comprimento.

Cabelos sem oleosidade natural, ou seja, sem a barreira lipídica, ficam mais expostos aos fatores externos, como a poluição e os raios solares, que fazem com que a água e outros nutrientes importantes sejam perdidos pela fibra capilar. Cabelos sem hidratação ficam ressecados, ásperos, sem brilho e com frizz, e é aí que entram os benefícios do óleo de coco.

Óleo de coco: como age nos fios?

O óleo de coco é uma substância rica em nutrientes, como vitamina E, ácido láurico, ácido cáprico e ácido caprílico.

Todos esses nutrientes agem nos cabelos a fim de oferecer mais emoliência e maciez. Além disso, eles também oferecem alto poder de penetração na fibra capilar, permitindo máxima absorção dos bioativos.

Um dos maiores benefícios do óleo de coco, entretanto, é a reposição lipídica, que impede a perda de umidade da fibra capilar para o ambiente, garantindo que o cabelo esteja sempre hidratado.

Óleo de coco: como utilizá-lo na hidratação?

Há diversas maneiras de utilizar o óleo de coco. Além da conhecida umectação, você também pode utilizar o óleo de coco como pré-shampoo, para garantir fios macios e menos porosos; como reparador de pontas, aplicando uma quantidade pequena quando os fios estiverem ressecados; na máscara de hidratação, para turbinar o efeito nos seus fios; ou no seu finalizador de cabelo, para potencializar a emoliência.

Para quem tem cabelos curtos, é importante prestar atenção na quantidade de produto utilizada, já que o óleo de coco pode deixar os fios pesados e sem movimento. Faça alguns testes para saber a quantidade ideal e veja como o seu cabelo reage.

Óleo de coco: qual é o ideal?

Na hora de escolher o seu óleo de coco, fique atento à embalagem do produto e escolha aquele que apresenta as palavras “virgem” ou “100% vegetal”. Isso quer dizer que o produto foi feito a partir da prensagem a frio do coco em seu estado bruto, sem sofrer a adição de quaisquer produtos químicos, que poderiam danificar o cabelo.

Para donas de cabelo 3A, 3B, 3C, 4A, 4B, 4C e em transição, o uso desse óleo vegetal é fundamental.

Óleo de coco: importante para a nutrição dos fios

O óleo de coco para cabelo também é extremamente importante para a nutrição dos fios. Esse tratamento tem a função de devolver a oleosidade natural, que protege a fibra capilar.

Você pode incluir o óleo de coco na etapa de nutrição do seu cronograma capilar, intercalando o uso dele com o uso da sua máscara nutritiva. Dessa forma, você garante fios sempre macios, emolientes, nutridos e hidratados.

O óleo de coco é apenas um dos óleos vegetais que trazem benefícios aos seus fios. Para garantir mais hidratação e nutrição completa, aposte também em outros ativos, como argan, rícino, girassol, oliva e manga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *