A franja é um detalhe que faz toda a diferença em qualquer corte de cabelo que você escolha. Mas, para quem está passando pela transição capilar, ela é um detalhe que deve ser muito bem planejado.

Existem três casos em que você precisará aprender a lidar com a franja:

  • Se você tinha cabelo com franja antes da transição capilar;
  • Quando você precisa cortar uma franja para eliminar parte dos fios alisados;
  • Quando você decide apostar no cabelo com franja mesmo durante a transição.

Neste post, separamos algumas dicas que te ajudarão em cada uma dessas situações. Bora conferir?!

Franja para cabelos em transição: como lidar?

Imagine a seguinte situação: você tem o cabelo longo com franja e decide que chegou o momento de parar com os alisamentos à base de química para dar lugar ao seu cabelo natural. Entretanto, quando a raiz cacheada ou crespa começa a crescer, você começa a perceber que a sua franja não fica mais da maneira que você gostaria. O que fazer?

A primeira coisa na qual você deve pensar é o corte de cabelo. A escolha do corte durante a sua transição irá ajudar muito a lidar com a franja. Você pode optar, por exemplo, por um corte de cabelo curto feminino e moderno e tirar as pontinhas alisadas da franja gradualmente, à medida que a raiz for crescendo. Dessa forma, sua franja não fica tão curtinha e combina com o restante dos fios.

Outra dica importantíssima é a finalização do cabelo. Não é segredo que o contraste entre as duas texturas das suas madeixas vai aparecer muito mais na área da franja. Por isso, é importante que você capriche nas texturizações, não apenas no comprimento, mas na franja também! Se ela for uma franja lateral, por exemplo, você pode optar pelo dedoliss e realizar a técnica enrolando as mechinhas no sentido em que você deseja que os fios fiquem posicionados. Teste várias técnicas para saber qual delas oferece o melhor resultado para você.

Em relação aos produtos de finalização, opte por aqueles que oferecem uma textura mais consistente, para garantir que a fixação seja maior e dure o dia todo!

A segunda situação é um pouco diferente. Você decidiu viver a transição capilar e não tem uma franja. Entretanto, por causa do seu corte de cabelo repicado, a parte da frente das suas madeixas é mais curta e acaba sendo necessário fazer uma franja para retirar a parte alisada dos fios. E aí, o que fazer?

Primeiro, entenda que todas as mudanças fazem parte do processo, e que, por mais difícil que pareça, no final vale muito a pena! Depois, escolha um modelo de franja com o qual você se sinta confortável. A franja lateral e a franja desfiada são boas opções. Por fim, abuse das texturizações e não se esqueça de utilizar finalizadores com uma textura mais consistente, como as gelatinas capilares.

A terceira situação é a seguinte: você está vivendo a sua transição capilar e decidiu que quer cortar uma franja. Qual modelo escolher?

Na transição capilar, devido à raiz natural que está crescendo, a franja pode ficar um pouco desalinhada, por isso, não é indicado que você escolha uma franja curta e com a base reta. Para apostar nesse visual, dê preferência a franjas com as pontinhas repicadas e às franjas laterais. Esses modelos combinam com todos os formatos de rosto e ficam lindos quando são texturizados.

Franja combina com cabelo cacheado?

Claro que sim! Não há nenhuma regra que diga que as donas de fios com curvatura não podem ter franja. Esse visual combina tanto com cortes para cabelo longo quanto com os cortes para fios curtinhos, portanto, a decisão de apostar nesse visual é apenas sua e, desde que você se sinta confortável com a escolha, não tem erro! A dica é respeitar o caimento e a ondulação do cabelo. Assim, você consegue um resultado bonito e harmonioso.

cabelos com franja 3

cabelos com franja

cabelos com franja

Franja: dicas para texturizar a sua

Em muitos casos, a franja alisada pode ser um pouco mais difícil de estilizar. Mas calma, com um pouco de prática e os produtos certos, você pega o jeito!

Primeiro, faça vários testes de texturização até achar a técnica que mais te agrada, depois teste os produtos que você vai utilizar, para saber qual é o mais adequado e qual a quantidade ideal.

Franja: por que cortar com um profissional?

Esse é um detalhe importante. Contar com um profissional especializado te ajudará a ter o resultado esperado. Por isso, nada de cortar a franja em casa, hein?! Procure o seu cabeleireiro de confiança e explique a ele o visual que você deseja. Assim, ele poderá indicar o melhor estilo e saberá qual é a melhor técnica para cortar sua franja.

E aí, gostou das dicas? Agora é só arrasar com seus cabelos em transição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *