A maioria das mulheres já desejou, ao menos uma vez na vida, ter o cabelo vermelho. As tonalidades vibrantes e intensas dessa cor chamam a atenção por onde passam, dão um ar de sofisticação ao visual e valorizam bastante a textura dos cabelos com curvatura.

Se você decidiu apostar no cabelo vermelho, tenha em mente que existem vários tons de ruivo, que podem ser mais abertos ou mais fechados, e que podem apresentar diferentes reflexos.

Neste post, separamos as principais dicas para que você possa escolher o melhor tom para o seu cabelo vermelho. Confira!

Cabelo vermelho: principais tons

Os tons quentes de ruivo costumam ser a escolha certa para as mulheres que desejam ter o cabelo vermelho. O marsala, por exemplo, é uma tonalidade mais fechada e é ideal para quem prefere tons mais escuros. Normalmente, não há necessidade de descolorir os fios para obter o cabelo marsala, mas apenas o seu cabeleireiro poderá avaliar a melhor maneira para colorir suas madeixas.

Outra opção incrível é o vermelho glamour (66.64), também chamado de vermelho escuro, que apresenta reflexos mais abertos do que o marsala e resulta em um cabelo vermelho mais intenso.

cabelo vermelho intenso cacheado

O cabelo vermelho cereja é indicado para quem deseja uma cor mais vibrante. A coloração dá um ar mais moderno ao visual e combina com todos os tons de pele. Em cabelos virgens, é possível obter um bom resultado apenas aplicando a coloração diretamente sobre os fios. Para quem tem as madeixas coloridas com tons escuros, é importante remover o excesso dos pigmentos presentes na fibra capilar antes de aplicar o vermelho cereja. Já para as donas de cabelos loiros, é importante aplicar tons mais fechados, a fim de devolver o fundo de clareamento e evitar que o cabelo fique manchado.

cabelo ruivo

Para as cacheadas e crespas que desejam uma cor mais natural, o ruivo acobreado é ideal. A cor combina com todos os tipos de cabelo e deixa o visual muito mais iluminado.

cabelo ruivo cacheado

 

cabelo crespo curto

Cabelo vermelho na transição pode?

Durante a transição capilar, é comum que os cabelos fiquem mais sensíveis. Isso acontece devido aos procedimentos químicos aos quais eles eram submetidos e também pela mudança de textura. Por isso, não é indicado que você aplique nenhuma coloração nos fios durante esse período.

A dica é que você planeje as mudanças de visual aos poucos. Primeiro, finalize sua transição capilar e certifique-se de fortalecer seus cachos ou crespos com os tratamentos e produtos corretos. Condicionador e shampoo de babosa, óleos de umectação e máscaras de hidratação, nutrição e reconstrução são alguns dos produtos que não podem faltar nesse período, pois auxiliam no resgate da força e da beleza dos fios.

Somente depois que suas madeixas estiverem suficientemente fortes é que você poderá apostar no cabelo vermelho sem medo de errar!

Cabelo vermelho: dicas para obter o tom ideal

Para que seu cabelo vermelho fique do jeitinho que deseja, é importante que você conte com um bom cabeleireiro. Ele poderá analisar a cor atual dos seus fios e saberá como aplicar a coloração, como tonalizar o cabelo e como descolorir, caso haja necessidade.

Além disso, fique atenta ao estado dos fios. Eles deverão estar hidratados, fortes e sem porosidade para que o pigmento vermelho possa se fixar na fibra capilar. Para isso, realize um cronograma capilar um mês antes de submeter as madeixas ao processo de coloração.

Cabelo vermelho: como fazer a manutenção?

Não há dúvidas de que o cabelo vermelho é lindo, mas, para que ele se mantenha assim, alguns cuidados são imprescindíveis. Além de realizar o cronograma capilar periodicamente, invista em shampoo e condicionador específicos para cabelos coloridos. Esses produtos oferecem fórmula com os melhores ativos para manter a integridade da cor. Por fim, lembre-se de sempre utilizar produtos que ofereçam proteção UV, para que os raios solares não acelerem o processo de desbotamento da cor.

E aí, gostou das dicas? Agora é só finalizar a sua transição, apostar no cabelo vermelho e arrasar com seus novos cachos ou crespos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *