Foi-se o tempo em que encontrar produtos específicos para a manutenção dos cachos era difícil. Atualmente o que não faltam são dicas, técnicas e formas diferentes de cuidar dos cabelos. Neste post, a gente te mostra qual é o grau de curvatura dos seus fios e como você pode mantê-los sempre lindos e, principalmente, mais saudáveis.

Tipos de cachos: saiba qual é o tipo dos seus fios

A gente acredita muito que cada cacho é um cacho e que cada crespo é um crespo, mas é inegável que saber identificar as características dos seus cabelos é fundamental para proporcionar o tratamento mais adequado aos seus fios. Para isso, existe aquela famosa classificação pelos graus de curvatura da qual você já deve ter ouvido falar. A ideia não é hierarquizar os cachos, mas explicar as especificidades de cada tipo, para que você acerte na hora de escolher os produtos e cuidados ideais.

Para quem está passando pela transição capilar, é importante lembrar que a forma dos seus fios ainda vai mudar bastante durante todo o processo. Sua raiz enroladinha ainda não é a forma definitiva dos cachinhos, por isso, utilize produtos específicos para cabelos em transição.

Os cabelos ondulados são considerados do tipo 2ABC. Normalmente têm a raiz mais lisa e não formam cachos definidos.

– 2A: Fios com pouco volume e quase lisos.

– 2B: Fios com ondas um pouco mais marcadas e com tendência ao frizz. Não chegam a formar cachos.

– 2C: Fios mais volumosos e com ondas marcantes. Formam cachos bem abertos.

Os cabelos cacheados são considerados do tipo 3ABC. Formam cachos desde a raiz e têm formato em espiral.

– 3A: Cachos abertos e bem definidos.

– 3B: Os cachos 3B são menores e mais fechados, com fios mais volumosos.

– 3C: Os cachos 3C são ainda mais fechados do que os do tipo 3B e têm fios mais grossos.

Os cabelos crespos e crespíssimos são considerados do tipo 4ABC. São bem volumosos e têm tendência ao frizz e ao ressecamento. Além disso, são mais frágeis e encolhem mais, dando a impressão de que são mais curtos.

– 4A: Cachos muito enroladinhos e apertados que ganham volume com facilidade.

– 4B: Cachinhos ainda menores. Fios mais finos e frágeis.

– 4C: Fios em formato de Z, que ganham volume com facilidade e têm mais tendência ao ressecamento.

Cabelos com cachos: cuidados especiais

Existem vários cuidados importantes que você deve inserir na sua rotina durante a transição capilar e que devem continuar mesmo depois desse processo. Para manter seus cachos e crespos sempre saudáveis, capriche no cronograma capilar! Cada etapa dele é fundamental para manter a vitalidade, a saúde e a definição dos seus fios.

Cachos definidos: dicas de finalização

Há duas técnicas simples e práticas que você pode utilizar para finalizar seus cachos e crespos: fitagem simples e fitagem estruturada.

Para fazer a fitagem simples, você vai precisar de um creme para pentear ou ativador de cachos. Basta dividir o cabelo em mechas e aplicar o creme ou o ativador, mecha a mecha, dividindo-as em fitas com os dedos. Depois, amasse as pontas em direção à raiz e deixe secar.

Para fazer a fitagem estruturada, você fará o mesmo processo, com a diferença de que deverá enluvar todas as fitas que fizer com as mechas de cabelo. As duas finalizações ficam incríveis!

A finalização também funciona para quem está passando pela transição capilar, mas, para conseguir um efeito mais cacheado nas pontas alisadas, o ideal é fazer outros tipos de texturização, como a texturização com coquinhos.

Com essas dicas você poderá ter cachos definidos e muito mais saudáveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *