Símbolo de resistência e luta do povo negro, as raízes dos dreadlocks vêm da antiguidade na África e Índia, há milhares de anos. Entretanto, o estilo foi propagado na cultura popular pelo cantor Bob Marley e os seguidores da religião Rastafári. Além da sua importante carga cultural, os dreads no Brasil são também referência de estilo atualmente. Se você quer conhecer um pouco mais sobre o penteado, muito comum entre quem tem cabelos afro, falaremos nesse post sobre dread feminino e tudo o que você precisa saber para conquistar e manter o seu! Vamos lá?

Dread feminino de cabelo natural

O dread de cabelo natural é realizado a partir de uma técnica em que os cabelos são desfiados e embaraçados em um formato tubular com o auxílio de um pente de aço e agulha de crochê. Alguns profissionais podem usar cera de abelha ou outros materiais para ajudar a compactar o dread. Esse modelo é ideal para quem deseja assumir o visual por tempo indeterminado, pois são permanentes, sendo necessário para retirá-los que sejam cortados, na maioria dos casos. Ah, se o seu cabelo é curto e você deseja dreads longos, é possível adicionar tufos de cabelo natural durante a “dredagem” para estender o seu tamanho.

Dread feminino de cabelo sintético

Este é feito basicamente da mesma maneira do que o cabelo natural, com a diferença de que aqui usa-se apliques feitos de fibra de plástico. O procedimento pode ser mais prático e rápido do que anterior. Bastante distinto também é o resultado, que pode ser mais artificial e exige manutenção, no mínimo, a cada três meses, sendo o máximo no período de um ano.

Dread feminino de lã

Esse tipo de dread é feito com uma base de lã, em que o material envolve mechas do cabelo natural. Eles duram cerca de três meses e também podem contar com uma extensão. Ou seja, não importa o tamanho do seu cabelo, você pode deixá-lo do comprimento que quiser se apostar nos dreads de lã. Uma outra coisa super legal sobre esse modelo é que você pode optar pelas mais variadas cores para esse look, basta escolher a cor de lã que deseja usar.

Dread feminino cabelo curto

Embora seja possível aumentar a extensão dos seus cabelos com os dreads, isso não quer dizer que não dá para apostar em dreads curtos, ok? Eles ficam tão estilosos e cheios de atitude quanto os longos. É claro que existe um comprimento mínimo dos cabelos para conseguir dredar mechas naturais, por exemplo. Se os fios estiverem extremamente curtos fica mais difícil conseguir realizar o processo, nesse caso, deixe crescer no mínimo 15cm e aposte nos seus dreads curtos. Para os de lã o tamanho mínimo é de 5cm.

Dreads femininos na nuca

Para quem não quer apostar nos dreads no cabelo inteiro, dá para colocar alguns na parte da nuca. Com os fios totalmente soltos eles ficam escondidinhos e super sutis, porém, se você quiser colocá-los em evidência basta prender um coque, por exemplo, e desfilar os seus dreads soltos na parte de baixo. Fica mega estiloso também!

Cuidados com o dread feminino

Os dreads deixam o cabelo quebrado? Meus fios vão ficar podres? Minhas madeixas vão cair ou deixar de crescer? Calma, gente! Nada disso vai acontecer desde que os cuidados necessários sejam tomados. Bora descobrir quais são?

 

  • Lave frequentemente, de uma a duas vezes por semana.
  • Use shampoo antirresíduos ou aqueles com ação antibactericida.
  • Não aplique nenhum tipo de creme, como condicionador, máscara ou leave-in no couro cabeludo.
  • Higienize sempre pela manhã para que o dread possa secar apropriadamente durante o dia.
  • Falando nisso, seque muito bem os seus dreads, muito bem mesmo. Se possível com o secador, mas nunca com o aparelho muito perto do fio.
  • Nunca durma com os dreads molhados.
  • Não prenda o cabelo com os dreads ainda úmidos.

 

Pronto! Agora que você sabe tudo sobre dread feminino está na hora de se jogar nos seu, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *