Transição capilar: dicas para driblar a ansiedade

O que fazer?

Paciência. Esta é a palavra para quem está passando pela transição capilar. Os nossos cabelos crescem, em média, 1,5 centímetro por mês e, mesmo que esse tempo possa variar de pessoa para pessoa, o crescimento capilar é um processo relativamente lento. É por isso que as meninas com os cabelos em transição têm a sensação de que o tempo não passa nunca.

Além disso, vale lembrar que algumas texturas de cabelo, como os crespos e cacheados, demoram para aparentar o crescimento porque costumam encolher.

É fundamental ter tudo isso em mente para saber lidar com o processo, respeitando o seu próprio tempo e o ritmo de crescimento do seu cabelo.

 

 

É claro que existem algumas dicas para passar por esse período mais tranquilamente, como a utilização de produtos que estimulem o crescimento dos fios, o uso de acessórios para cabelo que ajudem a disfarçar as duas texturas e também alguns cortes para cabelos em transição, que podem acelerar o processo de eliminação das pontas lisas até que você esteja pronta para fazer o seu big chop.

Você também deve aproveitar esse período para hidratar, nutrir e reconstruir os fios do seu cabelo, que por muitos anos sofreram com as agressões químicas, abastecendo-os de nutrientes que os ajudem a crescer fortes e saudáveis.

Imagine que nesse processo você também pode crescer e florescer como uma mulher diferente, mais bonita, autêntica e natural. Então, aproveite esse tempo para se cuidar e conhecer a si mesma.

Produtos para transição capilar: um empurrãozinho no crescimento

Para contornar a ansiedade de esperar o cabelo crescer, nada como dar um empurrãozinho, certo?

Existem alguns produtos muito importantes durante a transição capilar, que auxiliam no processo de recuperação e crescimento dos fios.

A Salon Line desenvolveu uma linha completa de produtos para cabelos em transição, que vão desde shampoo para crescimento até ampolas incríveis para o seu cronograma capilar!

#ficacacheadacrespa

Cabelos saudáveis: Fique de olho na saúde do seu cabelo

O que fazer?

O uso contínuo de produtos químicos pode gerar desgastes significativos na estrutura dos seus fios. Eles podem ficar mais ressecados do que de costume, porque esse desgaste faz com que percam água e outros nutrientes. Mas como manter os cabelos saudáveis?

Os cacheados em transição precisam de cuidados redobrados para diminuir o conflito entre as duas texturas dos fios e evitar a quebra e a queda de cabelo durante esse período.

Por isso, enquanto o cabelo cresce, você deve incluir uma série de cuidados à sua rotina. Existem vários produtos incríveis e técnicas que você pode adotar para facilitar o seu dia a dia.

A Salon Line desenvolveu uma linha especial para cabelos em transição, com produtos específicos para cada etapa da sua rotina de cuidados. Dá uma olhadinha!

Hidratação capilar: produtinho para o seu cabelo esbanjar saúde

A hidratação tem um papel fundamental na saúde do cabelo. Sua principal função é diminuir os danos causados por agentes externos, como o sol, a poluição, as altas temperaturas e os produtos químicos. A hidratação capilar faz com que os fios fiquem mais flexíveis e fortes, e com que o ganho em crescimento seja mantido.

O tratamento de hidratação profunda da Salon Line é uma excelente opção para cabelos em transição. Sua fórmula, composta de óleos de argan, buriti e macadâmia, penetra na fibra capilar e trata os fios de dentro para fora, deixando-os nutridos e macios.

Nutrição: adeus, cabelos ressecados

Não é só de hidratação que seus cabelos precisam. Normalmente, cabelos cacheados são um pouco mais ressecados do que os lisos, porque é mais difícil de a oleosidade natural chegar às pontas. Por isso, é importante repor os óleos essenciais, que dão mais vitalidade às suas madeixas.

A Maionese Capilar de #todecacho possui uma mistura de óleos com a proteína do ovo que deixa os fios bem fáceis de desembaraçar e muito nutridos.

Reconstrução: cabelos frágeis nunca mais

Os produtos de reconstrução servem para recuperar os fios fragilizados pela química e por outros fatores externos, como a poluição. A Mega Ampola R de Reconstrução de #todecacho foi desenvolvida para ajudar você nesse processo de recuperação do cabelo danificado.

Com esse combo, o sucesso é garantido!

Cuide da alimentação: uma dieta saudável faz toda a diferença!

Tomar bastante água e se alimentar adequadamente também ajuda. É fundamental ter em mente que o nosso corpo é um todo bastante complexo, composto por diversos elementos que funcionam de forma integrada. Nessa complexidade, os nossos cabelos têm uma função específica. Servem para proteger não somente o couro cabeludo, mas também o crânio, do sol excessivo ou do frio intenso.

Cuidar dos cabelos é cuidar do próprio corpo, da própria saúde.

Lembre-se dessas dicas e mantenha seus cabelos sempre saudáveis!

O que você não deve fazer

O que fazer?

O que você não deve fazer

Evite qualquer tipo de produto que altere a textura do cabelo. Até as progressivas mais suaves contém químicas capazes de te fazer regredir várias etapas no processo de transição.

Tente sempre se lembrar que a transição também tem por finalidade te “desmamar” das agressões disfarçadas de facilidade, deve te ajudar a deixar de lado aquela identidade forjada que nada tem a ver contigo.

Tente não mentir para si mesma, não se enganar.

 

 

Mantenha a confiança e o foco no seu objetivo de se tornar uma cacheada ou crespa orgulhosa, sempre.

Texturizações capilares

O que fazer?

Talvez, uma das maiores dificuldades das crespas e cacheadas em transição capilar seja conviver com a textura da raiz e do comprimento alisado.

A texturização serve para uniformizar os cabelos e, normalmente, resulta em cachos ou ondas bem modeladas. A questão é que exige tempo, disposição e paciência. Mas, acredite, o resultado fica incrível!

Como fazer textura em cabelos em transição

Você pode fazer cachos e ondas usando géis, leave-in, creme para pentear cabelo, mousses ou pomadas.

Para modelar com um desses produtos, você pode amassar os cabelos com uma toalha ou com as mãos. Também é possível enrolar utilizando os dedos, o cabo do pente ou fazendo as famosas trancinhas. Vale ainda usar bigudins, bobes, fazer caracóis com grampos, fitagem, cocoon curls, além de coquinhos úmidos ou secos.

Algumas pessoas preferem usar o modelador de cacho para dar forma aos fios. Porém, isso exige frequentes hidratações. Assim como o secador, o modelador pode ressecar os fios por conta do aquecimento frequente, contudo, é bastante prático e rápido. Recomendamos que você utilize sempre um protetor térmico para proteger os fios do calor.

Como cachear o cabelo: a técnica ideal para você

Não existe certo ou errado na hora de texturizar os fios. O ideal é que você descubra qual técnica de texturização é mais adequada para o seu cabelo. Escolha aquela com a qual você se adapte melhor, levando em conta o tempo que tem disponível para arrumar o cabelo, a eficiência da técnica, se o resultado fica do jeito que você quer e qual é o custo.

Talvez, ocorram algumas tentativas até que você encontre a técnica certa, e isso faz parte do processo. Não desanime!

“Gente, não tenho tempo para isso. Estudo, trabalho e tenho uma rotina muito puxada. O que eu faço?”

Nós sabemos que o tempo é muito valioso para quem tem uma rotina corrida, e que levar muitas horas cuidando dos cabelos pode ser um verdadeiro transtorno. Mas nem tudo está perdido. Há várias opções de como contornar a falta de tempo, e, aqui, na fase dois, nós te damos várias ideias! Descubra o que é melhor para você e arrase!

Turbante: símbolo de resistência e empoderamento

O que fazer?

Turbante? Mas eu sou uma crespa de pele branca, posso usar?

O turbante não é exclusivo da cultura brasileira, mas para as negras e os negros brasileiros é um símbolo de resistência e tem relação com a história de escravismo e marginalização a que essa população esteve sujeita ao longo da história do país.

O uso do turbante é algo que vem criando diversos debates sobre apropriação cultural. Isso acontece porque um número cada vez maior de pessoas tem aderido a essa peça como um acessório de moda, esquecendo-se ou, muitas vezes, sem ter conhecimento de que o turbante é, na verdade, um símbolo político, de resistência e empoderamento.

 

 

Turbante: origem

Não se sabe ao certo a origem do turbante, que pode ter sido no Oriente ou na África, mas existem referências que mostram que o acessório já foi usado por diversos povos, com vários propósitos diferentes. Persas, anatólios, árabes, judeus, e tunisianos são algumas das etnias que utilizavam a peça antes da era cristã. Na Índia, o turbante foi e ainda é uma peça muito utilizada, principalmente o turbante masculino.

Havia diversos significados para o uso do turbante: indicar a origem, tribo ou casta, representar uma religião (como o Ojá africano), ou identificar uma posição social.

Na moda, o acessório ganhou destaque em diversos períodos e em vários locais ao redor do mundo. Entre 1910 e 1920 o costureiro francês Paul Poiret trouxe os turbantes à cena fashion e, mais tarde Coco Chanel também utilizaria o adorno. Entre os anos 1920 e 1940, atrizes de Hollywood também utilizaram turbantes. Assim como Carmen Miranda, no Brasil, que utilizava o acessório com diversos enfeites, como flores e frutas.

O turbante chegou em terras brasileiras trazido pelas escravas africanas, que cobriam os cabelos curtos ou raspados com o tecido, e ressurgiu nos anos 1960, como um símbolo da cultura negra na luta pelos direitos civis.

Hoje, o grande embate acerca do turbante tem relação com discriminação, que não é simplesmente individual, mas um problema histórico e social bem maior.

Turbante: apropriação cultural?

Com os debates mais recentes sobre apropriação cultural, a questão do turbante veio à tona de uma forma muito inflamada. Mas não quer dizer que porque você é uma pessoa de pele branca não poderá usar. Uma dica bacana é: informe-se sobre o assunto e converse com amigas e amigos negros se entender que é necessário.

Só achamos importante que você saiba: de forma nenhuma está proibido aos brancos usar turbante. Basta fazer isso com respeito, reconhecendo que não é somente mais um dos seus acessórios para cabelo. Para uma parte expressiva da população também se trata de um importante símbolo de luta e resistência contra a discriminação e em favor da afirmação da identidade afro-brasileira.

Para quem está passando por transição capilar ou está aprendendo a lidar novamente com o cabelo cacheado, a peça pode ser de grande ajuda.

O turbante não pode ser banalizado, mas temos a certeza que se seus amigos souberem que este importante símbolo está te ajudando a se amar, se aceitar e conviver consigo mesma e que está sendo utilizado de forma respeitosa por alguém que tem consciência do que faz, ficarão bem felizes.

 

Acessórios para cabelo: Dicas essenciais para você

O que fazer?

 Acordou atrasada e não faz ideia do que fazer com o cabelo? Calma. A gente entende que, mesmo durante a transição capilar, não é sempre que você terá tempo para texturizar os fios. Às vezes conseguirá, no máximo, amassá-los após a lavagem e umedecer com água nos dias posteriores, finalizando com cremes e géis. Mas isso não significa que você precisa sair de casa insatisfeita com a sua aparência. Existem vários truques legais que podem ajudar a contornar a situação e na utilização de acessórios para cabelo.

 

Abuse dos acessórios para cabelo

Penteados com um turbante, com uma tiara, com lenços ou com laços de cabelo são uma boa alternativa para disfarçar a raiz dos fios em uma dia em que você não esteja satisfeita.
Na verdade, a gente não gosta muito da palavra “disfarçar”, porque acreditamos que o objetivo da transição é justamente evidenciar suas raízes, já que elas expressam a sua identidade. Mas sabemos que lidar com duas texturas capilares não é algo assim tão simples de início e, nesse caso, os acessórios para cabelo podem ser grandes aliados. Separamos três acessórios coringa que toda mulher em transição capilar deveria ter.

Turbante

Este é um dos acessórios mais versáteis e estilosos. Existem várias opções de penteados para cabelos em transição que utilizam turbantes, a maioria é bem fácil de fazer!


Tiara

A tiara é outro acessório ótimo para esse período de mudanças no cabelo. Em um dia que você estiver com pressa, opte por uma trança ou por um coque e acrescente uma tiara! O foco das pessoas vai se voltar ao acessório e as pontas com as duas texturas não ficarão tanto em evidência. Para as meninas que já passaram pelo big chop esta também é uma ótima opção.

Ana Lídia de cabeço curto e tiara
Faixa de cabelo

A faixa de cabelo pode ser de grande ajuda nos dias em que você quiser disfarçar a raiz.do cabelo. Apesar de acreditarmos que suas raízes refletem a sua verdadeira identidade, a gente entende que tem dias que você simplesmente não quer gastar muito tempo lidando com o cabelo. Para esses momentos, a faixa de cabelo pode ajudar.

Apesar da correria do dia a dia, é importante que você não desista do cronograma capilar por causa da falta de tempo. Você deve seguir com a hidratação, a nutrição e a reconstrução capilar para que os fios se mantenham saudáveis durante todo o período de transição capilar.
Agora que você já conhece todos esses truques, é só ser criativa e sair arrasando por aí!

 

 

 

 

Penteados para cabelos em transição

O que fazer?

Durante a transição capilar é comum enfrentar aqueles dias de preguiça ou mesmo os que você não tem tempo nem de respirar, que dirá arrumar o cabelo. Para contornar essa situação, você pode optar por fazer a texturização dos fios no dia anterior e, no Day After apenas renovar os cachos com o seu Spray Térmico Renova Cachos, ou fazer penteados em que as diferentes texturas dos fios não fiquem tão evidentes, sem que seja necessário fazer texturização.

Você pode escolher diferentes penteados de acordo com o tempo da sua transição capilar. Opte por tranças ou coques quando a parte lisa ainda estiver grande, já que você pode escondê-la para evidenciar a parte cacheada. Já quando a transição capilar estiver na reta final, você pode optar por penteados semipresos e rabos de cavalo.

 

 

Penteados para cabelos cacheados: quais as melhores opções para cabelos em transição

 Box braids

Essas tranças sintéticas são ótimas opções para quem não quer se preocupar com o cabelo até a hora do big chop. Além de estilosas, são muito práticas, já que você não precisa texturizar os fios com frequência ou fazer penteados mais complexos.

Você pode escolher fazer da mesma cor do seu cabelo ou, se quiser ousar mais, pode investir em cores diferentes, como verde, rosa e o que a sua criatividade inventar!
Se escolher fazer box braids, lembre-se de que é importante fazer a manutenção correta das tranças para que os fios não fiquem danificados.

 Tranças embutidas

Você pode fazer uma única trança embutida na parte de trás do cabelo ou, se quiser um look mais despojado, pode fazer tranças laterais. É um penteado simples, rápido e bem bonito.

 Rabo de cavalo

O rabo de cavalo é uma opção para uma etapa mais avançada da transição capilar, quando você já tiver tirado boa parte do fios alisados. Um rabo de cavalo mais baixo evidencia as raízes enroladas e tira o foco das pontas do cabelo.

 Coque

O coque é o penteado mais simples e prático de fazer. Se quiser estilizar, faça um coque mais cheio e use acessórios para completar o visual.

Estes são apenas alguns penteados para cabelos em transição, mas não para por aí. É possível fazer coques de diversos tipos, usar presilhas e grampos e explorar diferentes formas de repartir e prender os cabelos, com partes presas e outras soltas, usando lenços e faixas para compor os penteados.

Até a boa e velha maria chiquinha está liberada.

Cronograma capilar : Dicas e passo-a-passo

O que fazer?

Para quem passa pelo processo de transição, uma das dúvidas que podem surgir é: o que é cronograma capilar? A resposta é bem simples. O cronograma capilar consiste em uma rotina de cuidados intensos que tem por objetivo recuperar o seu cabelo. Para te ajudar, separamos algumas dicas que explicam todo o passo a passo.

O que é cronograma capilar

Se você está passando ou pretende passar pela transição capilar, o cronograma capilar é imprescindível para que você consiga manter os fios saudáveis. A ideia é que você organize um tipo de agenda, definindo a frequência de determinados procedimentos para restaurar o cabelo que, durante tanto tempo, sofreu com a agressão provocada pela química e que continuará sofrendo com agressões diversas.

Não, você não leu errado. O cabelo continuará sofrendo agressões porque mesmo que você não use químicas, a poluição do ar, a incidência de luz (artificial e solar), a alimentação desregrada, o vento e a água quente do chuveiro desestruturam e retiram os nutrientes dos fios. Mas calma, isso não significa que você terá gastos enormes em produtos de cabelo e tratamentos no salão. Esses cuidados devem estar inseridos na sua rotina diária, e nós temos produtinhos ótimos para isso.

Cronograma capilar em três passos

Hidratação

É fácil saber quando seu cabelo está desidratado. Você perceberá que os fios estão opacos e ásperos, o que significa que eles perderam bastante água.

A hidratação é uma das partes mais frequentes durante o cronograma capilar. Para quem está no processo para ter os cabelos cacheados novamente, essa etapa pode ajudar a deixar os fios mais saudáveis e bonitos, além de amenizar a aparência da briga entre a textura lisa e a cacheada.

A Salon Line oferece vários produtos bacanas para diversas texturas e necessidades a preços acessíveis e muito fáceis de serem encontrados em perfumarias e outras lojas de cosméticos. Uma dica: opte por produtos que contenham principalmente açúcares, extratos vegetais, vitamina A e provitamina B5. Esses são elementos essenciais para a hidratação dos fios.

Confira alguns produtos que podem te ajudar no cronograma capilar!

 

etapa 01 do cronograma capilar

Nutrição

Como o próprio nome já sugere, a etapa de nutrição é aquela que te ajuda a repor os nutrientes perdidos. Quando o cabelo está desnutrido, ele pode perder a definição, ficar excessivamente frisado, ressecado e sem brilho. Ou seja, sem nenhuma vitalidade.

É possível reverter esse quadro com produtos que tenham ingredientes como argan, que ajuda a controlar o frizz e deixa os fios saudáveis, abacate, que promove uma hidratação de longa duração, e oliva, que é rica em Vitamina E e ácidos graxos. Para isso, a Salon Line desenvolveu a Mega Ampola de #todecacho com N de Nutrição!

Se a sua raiz for oleosa, recomendamos que ao longo do cronograma capilar não ultrapasse o limite de duas etapas de nutrição, mesmo que o cabelo esteja muito danificado.

etapa 02 do cronograma capilar

Reconstrução capilar

Mesmo cabelos muito maltratados, quebrados, elásticos, com pontas duplas ou que estejam passando por processo de queda podem ser recuperados.

Este é o papel da etapa de reconstrução, que serve para repor proteínas perdidas e melhorar a aparência dos fios.

Para reconstruir, é necessário usar produtos ricos em colágeno, creatina e queratina. São esses os elementos que contribuem para a recuperação completa da fibra capilar. Para te ajudar nessa parte do cronograma, a Salon Line criou a Mega Ampola de #todecacho com R de Reconstrução.

Agora que você já sabe como funciona cada etapa, realize os procedimentos de hidratação, nutrição e reconstrução semanalmente durante um mês.

O cronograma capilar não garante que seus fios terão a mesma textura que tinham antes da química, mas garante que eles fiquem mais fortes, saudáveis e recuperados.