Alguns depoimentos de amigas que sobreviveram ao big chop

Big Chopp?

Alguns depoimentos de amigas que sobreviveram ao big chop

 
“Eu fiz o Big Chop mas por ainda ter um pouco de vergonha, do cabelo extremamente curto, eu recorri ao mega hair, porque assim consigo esperar meu cabelo crescer um pouco mais para que eu use o meu cabelo mesmo, mas coloquei um que seja mais ou menos como o meu é. Estou neste processo com o mega vai fazer 1 ano, meu cabelo tem crescido muito rápido, coisa que com a progressiva nunca cresceu. Estou prestes a tirar o mega”. Thammy F., 23 anos, atriz.

 
“Sim… Sempre falei que não teria paciência para passar por essa transição dolorida. Só não raspei por causa da minha religião”. Evy O. 27 anos, pedagoga.

 

“Em 01/10/16, cansada de lidar com várias texturas e de saco cheio de texturizar os cabelos, fui ao cabeleireiro e pedi “Vini, corta tudo!”, “Tudo, miga”, “Tudo, Vini!” Me lembro com lágrimas grossas da alegria do sabor de libertação que experimentei aquele dia! Foi mágico e eu me senti mais linda e empoderada do que nunca!” Thaís Sant’anna, 32 anos, professora.

Como valorizar o corte

Big Chopp?

Como valorizar o corte

 

Penteados, maquiagem e acessórios podem ajudar a valorizar o seu cabelo. Abuse das faixas, lenços, tiaras e presilhas. Use colares e brincos exuberantes.
Tudo isso forma um conjunto de fatores que pode te ajudar a explorar a versatilidade que o cabelo curto oferece ao seu visual.
E principalmente desviam a atenção para outros pontos da sua imagem, além do cabelo.
Uma rotina de cuidados como o cronograma capilar também te ajuda a manter os fios sempre bonitos e maleáveis para facilitar a finalização e/ou os penteados.
Não tenha medo de arriscar.
Siga em frente e saia divando por aí.

 

Pontos positivos

Big Chopp?

Pontos positivos

 

Se você já aderiu ao cronograma capilar, ou já se informou sobre ele, sabe que é possível recuperar mesmo os cabelos mais danificados.
Aparar as pontas e tratar bem dos fios vai ajudar a estimular o crescimento. E se você não quer mudar radicalmente o visual, isso te faz ganhar e ter uma gama maior de possibilidades para fazer penteados.
Ao aparar as pontas com certa regularidade, aumentando a extensão cortada progressivamente para retirar toda a química, o seu cabelo será constantemente estimulado, ganhará força e tende a crescer mais rápido.
Procure se lembrar que regularidade dos cortes é essencial, não há como o seu cabelo retornar a textura original sem isso.

Não Corto

Big Chopp?

Não corto

 

Se não quiser cortar está tudo bem. Essa é uma escolha que só você mesma pode fazer e que requer muita reflexão.
Muitas pessoas têm as suas razões particulares para não usar cortes curtos e isso precisa ser compreendido e respeitado.
A questão é que neste caso você terá de aprender a lidar com as duas texturas do cabelo. O que não é impossível, mas vai exigir que de todo modo você seja bastante paciente até que a raiz cresça no tamanho ideal para cortar sem necessariamente ter que optar por um modelo de corte muito curto.

 

Por que não cortar

O cabelo curto para quem nunca o usou pode gerar um baque. Nesse processo em que estamos na busca nos reencontrar a nossa verdadeira identidade, tudo o que não queremos é passar por mais situações de sofrimento.
Se você acha que terá dificuldade de se reconhecer com o cabelo muito curto, se acha que não combina contigo, se está insegura, não corte.
Com o cabelo muito curto você terá outras preocupações, como: lidar com o frizz, gastar muito creme para pentear e de massagem, levará tempo para aprender a ajeitá-lo, etc.

Pessoas com texturas muito cacheadas podem sofrer com o encolhimento do cabelo e não se adaptar ao fato de que ele demorará para mostrar o crescimento.
Sem contar que o BC não garante que você conseguirá se livrar das duas texturas. Talvez você tenha que passar por mais de um corte até chegar à sua textura natural.
Muitas de nós se frustram porque o corte que escolhem não lhes cai bem. Isso porque cada cabelo tem as suas características particulares e pode acontecer de aquela pessoa que te inspirou ter uma textura ou um volume completamente diferente do seu.
Entenda que cortar o cabelo curto é um ato de coragem, mas deixar de cortá-lo não é um ato de covardia. Nunca deixe que alguém te pressione a cortar, só faça isso quando estiver segura.
Só você sabe o que é melhor para a sua vida e também para o seu cabelo.

Dicas

Você pode e deve aprender a texturizar o cabelo. Sem contar que pode optar por penteados que te ajudem a amenizar a diferença entre as texturas.
Aqui mesmo no site, na seção “O que fazer com o meu cabelo”, deixamos um monte de dicas para te ajudar.
Lá também você contra toda a descrição do cronograma capilar. Aquela rotina de cuidados que te ajuda a ter um cabelo maleável, que se torna bem mais fácil de pentear e texturizar.

 

Cortes para cabelos em transição

Big Chopp?

Existem vários cortes para cabelos em transição, um mais lindo do que o outro! As possibilidades vão depender apenas do quanto você pretende remover da química e do quanto a raiz está crescida. Muitas pessoas chegam a raspar a cabeça, outras procuram por opções menos radicais. Se você nunca inovou o corte de cabelo por medo do que os outros (ou até você mesma) diriam, esse é o momento de ousar!

Cortes para cabelos curtos: arrase na transição

Um dos cortes mais estilosos para as crespas e cacheadas em transição é o tapered. Muito popular entre as mulheres norte-americanas, esse corte pode ser feito até mesmo em quem está com o cabelo bem curto. Nas laterais e na parte de trás da cabeça ele fica bem “batidinho”, e na parte de cima o cabelo fica com um volume maior. Pode ser adotado por pessoas com qualquer textura.

E por que não usar o famoso corte “Joãozinho”?

Também conhecido como pixie hair, esse corte combina com diferentes texturas. Contudo, tem um efeito melhor quando a raiz está um pouco mais crescida.

Já no “corte coração”, a parte de cima fica batida também, mas não a ponto de se fazer o pé do cabelo como no tapered. Esse corte conta com uma franja bem volumosa e faz bastante sucesso entre as crespas e cacheadas, porque valoriza e dá mais evidência ao black. Porém, assim como o pixie, depende que a raiz tenha crescido um pouco.

Outro corte bem legal é o undercut, que é bem parecido com o tapered, com a nuca bem batida ou até raspada. O que muda, nesse caso, é que o cabelo fica mais curto nas laterais e na nuca, e na parte de cima fica mais volumoso.

A melhor opção para quem já está com a raiz mais crescida e não quer se arriscar num corte muito curto é o charmoso Chanel reverso, com a parte de trás mais curta e com um bico na parte da frente. É um corte assimétrico, muito moderninho e despojado, que fica lindo tanto para as crespas quanto para as cacheadas.

 Produtos para cachear o cabelo: mais definição para seus cachos e crespos!

Para qualquer um desses cortes, uma dica bacana é usar um bom ativador de cachos para deixá-los bem definidos e dar aquele volume matador!

Outro produtinho bem legal para as transicats é o gel para texturização Gel Creme Transição Capilar {Do Meu Cabelo Cuido Eu!}, ideal para todos os tipos de cabelo, ele é ótimo para dar um toque especial no visual.

O big chop é um momento muito importante na vida das mulheres que estão passando por transição capilar.

Pesquise bastante sobre o assunto, converse com as amigas e inspire-se! Tudo isso pode te ajudar a tomar essa grande decisão.

Penteados para cabelos cacheados curtos

Big Chopp?

Uma das dúvidas que podem surgir entre as mulheres que decidem fazer o big chop é o que fazer com o cabelo depois que ele estiver curtinho. A gente já adianta: é um equívoco pensar que não existem penteados para cabelos cacheados curtos. Na verdade, existem vários! Dos mais simples aos mais elaborados. Separamos alguns para você se inspirar. Confira!

Penteados simples para cabelos curtos

Se engana quem pensa que só é possível fazer penteados legais com o cabelo comprido. Cabelos curtos também são versáteis e, com um pouco de criatividade, dá para fazer vários penteados bacanas para o dia a dia.

Para fazer seus penteados, tenha sempre grampos de cabelo, elásticos, tiaras, bandanas e faixas de cabelo. Quanto mais acessórios, melhor.

Uma dica antes de começar qualquer penteado: prepare o cabelo com um creme para pentear para ativar e definir os cachos.

– Penteado com bandana: dobre a bandana em forma de faixa e dê um nó frouxo; depois, posicione no cabelo como se fosse uma tiara e amarre na parte de trás da cabeça.

– Penteado com elástico: posicione uma tiara elástica fina na cabeça, como se fosse uma coroa. Em seguida pegue mechas do cabelo e, uma a uma, passe-as por cima e para dentro da tiara. Repita o processo até que todo o cabelo esteja enrolado no elástico. O efeito fica parecido com uma coroa de cabelo.

Penteados para festa

Se você quiser um estilo um pouco mais elaborado de penteado, você pode fazer uma tiara de trança. É fácil de fazer e o efeito fica bem legal para diversas ocasiões.

Separe a parte da frente do cabelo, de fora a fora, e prenda o restante para trás. Em seguida, separe a parte solta ao meio e faça uma trança de cada lado. Passe cada trança por cima do cabelo até o lado contrário da cabeça e prenda-as com alguns grampos. Por fim, solte o cabelo que estava preso e finalize com os acessórios que achar melhor.

Você também pode lançar mão da criatividade e fazer os seus próprios penteados.

Teste, experimente, ouse!

Corte Big Chop: Cortei, e agora?

Big Chopp?

Um dos momentos que gera mais dúvidas entre as meninas que estão fazendo transição capilar é o momento do corte big chop, o grande corte que vai retirar todas as pontas alisadas do seu cabelo e deixar os cachos e crespos serem livres!
Se você tomou coragem e decidiu fazer o grande corte, se já fez ou está prestes a fazer, imaginamos que agora esteja doidinha para explorar as diversas possibilidades de como lidar com o seu cabelo, não é verdade?
Antes de qualquer coisa, nós te damos os parabéns pela coragem! É preciso muita determinação e certeza para mudar o visual dessa forma tão radical, e nós sabemos que não é fácil chegar a esse momento.

 

 

As vantagens de fazer o big chop na sua transição capilar

Há várias vantagens em fazer o big chop durante a sua transição capilar. Esse corte, que tira a maior parte da química do cabelo (senão toda), estimula o crescimento dos fios, ajuda que os nutrientes dos produtos de tratamento tenham melhor ação e resultado e deixa os cachos, mesmo que ainda curtos, em evidência e bem definidos.

Existem algumas desvantagens também, mas a gente garante: não é nada que vá fazer você se arrepender da decisão.

A primeira delas é que é comum demorar para achar a melhor forma de arrumar o cabelo com o novo corte, o que, às vezes, pode te levar a gastar mais com cremes para pentear e com os géis para modelagem dos fios nos dias que se seguem à lavagem.

Outra desvantagem é que, por conta dessa dificuldade de adaptação, levamos mais tempo para aprender a finalizar o cabelo. Mas não se desespere, tudo é uma questão de paciência para se acostumar com o novo.

Logo você vai tirar de letra todas essas dificuldades!

Como lidar com o big chop?

Uma dica bacana para quem decide fazer o big chop é pesquisar quais os melhores jeitos para lidar com o cabelo depois. Aqui no Me Ajude na Transição, a gente te dá dicas muito legais de cortes para cabelos em transição, além de vários penteados para cabelos em transição. O importante é ter todas as informações possíveis e estar certa da sua decisão.

A gente tem certeza de que o resultado vai ser incrível!